Análise do dia 14/9

Nesta sexta-feira, 14/9, os principais jornais de Belo Horizonte deram destaque à campanha de Patrus Ananias, candidato à prefeitura da capital mineira pelo PT, e enfatizaram também o deslize de Márcio Lacerda (PSB), principalmente quando o atual prefeito creditou a culpa na população pelo problema do transporte público.

O Estado de Minas online tem como principal destaque a participação da presidenta Dilma Rousseff (PT), na divulgação da campanha do candidato á prefeitura de Belo Horizonte pelo mesmo partido, Patrus Ananias. A matéria enfoca não só os aspectos da campanha eleitoral de Patrus, como também o veto à contratação de professores para escolas e Unidade Municipal de Educação Infantil (Umei) e à utilização do jingle “Lugar melhor que BH” para a campanha eleitoral de Márcio Lacerda(PSB), atual prefeito da capital mineira.

Já na matéria em que Márcio Lacerda é o personagem principal, “Marcio Lacerda faz ataques à escola plural” o jornal optou por mostrar as advertências que faz à sua própria administração no comando da prefeitura, quando por exemplo, critica o transporte público e coloca a culpa nos cidadãos “porque as pessoas não querem esperar o próximo ônibus”. A matéria em si, fala apenas das críticas de Márcio à escola plural, implantada por Patrus Ananias, e à seu próprio governo e apenas cita, no final da matéria, que durante a sabatina atual prefeito fez propostas para a área de esporte e lazer, mas não citou ou explicou quais seriam.

Assim como no Estado de Minas online, no veículo impresso o Estado de Minas deu destaque à Patrus Ananias, dedicando uma página inteira do jornal para informações sobre o candidato, a participação de Dilma na gravação do programa eleitoral e outra página completa à crítica de Márcio Lacerda ao modelo de gestão de seu rival quando foi prefeito de BH, quanto à escola plural e ao transporte público.

O Tempo Online preferiu dar enfoque à candidatura de Patrus, informando sua participação na sabatina da TV O TEMPO, e suas propostas de campanha para a melhoria de Belo Horizonte, dando ênfase na ampliação do Bolsa Família e na abertura dos Centros de Saúde aos finais de semana, mostrando que o portal foi incisivo na campanha de Patrus e deixou sem nenhuma informação as pessoas que queriam saber, por exemplo, um pouco mais sobre a campanha e as promessas de Márcio Lacerda, principal adversário do candidato petista. Ou seja, o espaço cedido às eleições 2012 de BH foi preenchido apenas por Patrus Ananias.

O jornal O Tempo preferiu por enfatizar a proibição da justiça para a campanha de Márcio Lacerda com o jingle “Melhor que BH”. A presença da presidenta na campanha eleitoral de Patrus, com praticamente duas páginas inteiras sobre o principal rival de Márcio Lacerda, explicitou as promessas para melhoria do transporte, saúde e turismo, por exemplo. O jornal destacou ainda, através de uma página inteira, uma entrevista ping-pong com o candidato, na qual dá enfoque que Patrus pretende acrescentar R$50 ao bolsa família, sobrando pouco espaço para uma matéria sobre Márcio Lacerda na qual a única informação era que o atual prefeito admitia problemas em sua gestão.

O Hoje em Dia online preferiu dar prioridade à discussão entre os principais candidatos à prefeitura de BH, se debatendo sobre a escola plural, mobilidade urbana e a favelização da capital, tendo nesta última, a versão de Eliana Silva, representante de um dos movimentos de ocupação de BH, sendo esta a única fonte da matéria, diferentemente dos outros veículos, que optaram por não utilizar outras fontes, que não fossem os candidatos.

Como o portal, o jornal Hoje em Dia optou por enfatizar a troca de farpas entre os principais candidatos.Márcio Lacerda alegou o surgimento do “semianalfabetismo” na capital, na época em que Patrus era prefeito, e o jornal chamou a atenção do leitor para as críticas quando as falas de Lacerda sobre o transporte público e sobre o movimento de ocupação, na qual Lacerda alegou que eles são os responsáveis pela favelização, não deixando espaço para fontes que poderiam acrescentar no conteúdo da matéria.

Tanto o jornal O Globo quanto O Globo online não se manifestaram sobre as eleições de Belo Horizonte.

 

Janaína Soares Lopes de Souza

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s