Em sabatina, o candidato à prefeitura de Marabá, João Salame fala sobre suas principais propostas

A cidade poema margeada pela confluência dos rios Tocantins e Itacaiúnas, também conhecida como Marabá é hoje um dos principais polos econômicos do estado do Pará. Com uma singular miscigenação, riqueza cultural e vocação industrial, o município marabaense apesar da beleza e riqueza possui diversas mazelas que assolam a população. Violência e pobreza, infelizmente também compõe o cenário do local.

O estado do Pará conhecido por fatos chocantes como a Serra Pelada e massacre do Eldorado do Carajás, assim como diversas regiões do país, vem sendo palco de disputadíssimas eleições. Vários municípios estão com acirrada disputa e na jovem cidade de Marabá, não é diferente. Os principais candidatos à prefeitura estão com uma diferença pequena, segundo pesquisas. Os candidatos João Salame (PPS) e Tião Miranda (PTB) apresentam respectivamente os seguintes índices, 38,8 e 41,6 da preferência do eleitorado.

E caso Salame seja eleito, já tem uma plano para melhorar a cidade. “Enfrentar o caos na limpeza pública com mutirões e o da saúde pública com fortes investimentos em pessoal, medicamentos e equipamentos. Desenvolver um arrojado projeto de drenagem de águas, saneamento e pavimentação de ruas e investir fortemente em educação, com escolas de tempo integral, combate ao analfabetismo e valorização dos profissionais de educação”, afima.

O candidato foi indagado a respeito dos principais problemas da cidade. “Saúde na UTI; precárias condições de funcionamento das escolas; 75% da cidade sem pavimentação e 100% sem rede de esgoto”, diz. O candidato ficha limpa, durante sua campanha usa argumentos como melhor projeto de democratização da gestão pública, com participação da sociedade através de instrumentos como o orçamento participativo, através da aliança com o governo federal para promover os investimentos necessários em educação, saúde e infraestrutura.

Salame está no seu segundo mandato como deputado, atualmente é líder do PPS na Alepa. Foi vice-presidente da Casa na gestão anterior, e é presidente da CPI de Enfrentamento do Tráfico de Pessoas, Presidente da Comissão de Meio Ambiente e Mineração e Membro da Comissão de Constituição e Justiça.

Emprego, saúde, educação. De quatro em quatro anos, ao abrir a vaga para a Prefeitura de Marabá, os temas que encabeçam a lista de promessas dos candidatos são praticamente os mesmos. Mas apesar do feijão com arroz de costume, há sempre um “tempero” especial para dar sabor à disputa. Em 2012, no momento em que Marabá se prepara para receber grandes empreendimentos, levantamos que tipo de discurso dominará a campanha rumo à Prefeitura de Marabá.

As principais propostas de Salame são compatibilizar o desenvolvimento de Marabá com a manutenção da chama pela criação de um novo estado, transformar o novo empreendimento da Vale em catalizador de melhorias na qualidade de vida para a região e empreender uma administração democrática e austera, “que Marabá ainda não conhece”. Em sabatina realizada na última sexta-feira, 21/09, o candidato João Salame (PPS) falou melhor sobre seus planos para a cidade.

João Salame liderou a campanha pela criação do estado de Carajás, que obteve apoio de 94% dos votos de Marabá e região e encampou também a luta pela implantação de uma siderúrgica no município, a Aços Laminados do Pará Limitada – “empreitada de U$5 bilhões da Vale do Rio Doce, que está em compasso de espera por causa da retirada de investimentos do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) da hidrovia do Tocantins”, conforme define. Esses foram um dos motivos de tamanho crescimento do candidato a prefeitura de Marabá.

Sua candidatura é formada pela seguinte coligação: PPS, PT (vice),PMDB,PDT, PV, PHS e PSL, e enfrente a candidatura do atual prefeito, Maurino Magalhães (PR) e o deputado Estadual Tião Miranda (PTB), apoiado pelo atual governador Simão Jatene (PSDB).

Biografia

O Deputado João Salame possui uma vasta e intensa atividade política. Porém ressaltaremos apenas a partir do momento em que foi eleito deputado. Eleito Deputado Estadual pelo PPS, João Salame ocupou a primeira vice-presidência da ALEPA no Biênio 2009/2010. No Biênio 2007/2008, participou das seguintes Comissões Permanentes na ALEPA nos cargos de: Presidente da Comissão de Ecologia, Meio Ambiente, Geologia, Mineração e Energia.

Vice-Presidente da Comissão de Divisão Administrativa do Estado e Assuntos Municipais Membro – Titular da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária; e da Comissão de Agricultura, Terras, Indústria e Comércio.

Suplente da Comissão de Constituição e Justiça; da Comissão de Educação, Cultura e Saúde; Comissão de Relações de Trabalho, Previdência e Assistência Social e Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor.

João Salame Neto está exercendo o segundo mandato como deputado estadual e seu reduto eleitoral é a região do pretenso Estado do Carajás.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s