Redes Sociais são importantes ferramentas de campanha em Betim

Por Nathália Campos e Olívia Pilar
Quase quatro mil eleitores analisando as propostas dos candidatos a prefeitura e discutindo as mesmas no meio virtual. Em Betim, cidade da região metropolitana de BH, a internet passou a ser um dos maiores meios de divulgação de campanha em massa, juntamente com o rádio e a TV, além dos meios tradicionais, como carros de som e santinhos. 
 
O Facebook é a rede social mais utilizada pelos dois principais candidatos da cidade – Maria do Carmo Lara (PT), atual prefeita e Carlaile Pedrosa (PSDB), prefeito por dois mandatos que agora concorre novamente ao cargo.  Ambos postam fotos dos eventos que realizam e usam muito da interatividade com o público.
 
A candidata do PT, Maria do Carmo, é mais tímida em sua campanha na internet. Além do Facebook, ela utiliza outro veículo bastante famoso no mundo virtual: o Youtube. Maria do Carmo possui uma conta oficial na rede, onde posta vídeos do seu programa de campanha. O candidato tucano apresenta ter melhor uso das ferramentas, além de um site, com notícias, depoimentos e vídeos, ele também possui uma conta no Twitter. 
 
Segundo Bárbara Almeida, estudante de jornalismo e moradora de Betim, o “boom” das redes sociais facilita a vida dos candidatos. Para ela os candidatos, e não só os concorrentes a prefeitura, acabam ganhando um aliado, que é a internet.  “As redes sociais possibilitam que os candidatos estabeleçam um contato ‘direto’ com o eleitor e suas preferências, já que basta checar o perfil do usuário, para conhecê-lo. A internet tem baixo custo e um grande alcance, então é um ponto positivo pra quem quer divulgar sua campanha”, afirma.
 
O que é vantajoso para alguns, acaba incomodando outros. Paula Carvalho, Engenheira Ambiental, acredita que o “spam” com muitos posts pode acabar por atrapalhar o candidato, já que redes sociais são locais criadas para que as pessoas conversem com os amigos e estreitem suas relações pessoais. “A maioria dos candidatos e dos seus cabos eleitorais estão usando essa ferramenta demasiadamente, incomodando e atrapalhando as pessoas que usam as redes sociais para interagir com seus amigos. Isso acaba repercutindo negativamente para o candidato que, muitas vezes, perde votos por causa desse transtorno”, explica. 
 
As redes sociais podem sim influenciar os votos de muitas pessoas, assim como a TV e o rádio, mas geralmente isso só funciona com pessoas indecisas e que não acompanham a política da cidade de perto. Como é o caso da estudante de química, Vanessa Duarte, moradora de Betim há 7 anos. “Não sabia em quem votar, mas percebi que um dos candidatos candidato mantinha sua página mais atualizada. Pra mim isso é importante porque não tenho tempo pra ver ou escutar a propaganda política”, afirma.
Foto: Hoje em Dia
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s